Bem vindos! O Senhor precisa de nós em sua obra, participe!

O que nos inspirou a criar este espaço foi resumido pelas palavras de JESUS em João 12:46 à 50, e foi também nossa primeira postagem. Espero que possamos cumprir o propósito desta obra, que é: o de levar a palavra e a verdade ao alcance de todos, e poder propiciar um espaço destinado à paz, à caridade, ao conforto e ao convívio dos cristãos.

Segundo a URLmétrica estamos na posição 599.772º no ranking do Brasil, entre vários milhões de sites existentes!

Mais 04 meses de atividade comemoramos neste mês de setembro, obrigado aos quase 18 mil visitantes, obrigado Jesus!


FELIZ 2014 A TODOS QUE NOS VISITAM!



A grandiosidade de DEUS

A grandiosidade de DEUS
Via láctea, presente divino

sexta-feira, 27 de abril de 2012

Mensagem de Marcio Mendes 27.04.2012


 A Palavra meditada, hoje, está no Salmos 4, 2-9.

A Palavra de hoje é um ensinamento de Deus e uma oração que o Espírito Santo coloca em nossos lábios. Ela vem mostrar Sua vontade. Somente Deus é capaz de nos fazer descansar, sem o Senhor repousamos, mas não descansamos. Existem pessoas que, quando se deitam para dormir, estão com a cabeça cheia de problemas e não conseguem descansar. É nessa hora que devemos ter fé e confiar que Deus cuida de nós. Entregar os problemas a Deus não é fácil, exige de nós a renúncia da pressa. É difícil aceitar que as coisas não aconteçam do nosso jeito. Devemos abrir mão do jeito errado de fazer as coisas para que o Espírito Santo nos leve para o caminho correto.

Peça ao Senhor essa glória. Se você está angustiado, entregue a Deus Pai todos os problemas que Ele intercederá por você. A Palavra de Deus pede que voltemos à amizade do Senhor, Ele faz maravilhas em favor dos amigos.

A alegria do Senhor é ver o ser humano feliz, e aí vem a pergunta: “O que faz o homem infeliz?” E Deus nos dá a resposta: o abandonar a Deus, o amor à vaidade e a busca da mentira. “Até quando ofendereis a minha glória?” Quando deixamos de ser amigos de Deus, impedimos que Ele aja em nós e começamos a seguir um caminho de desgraça. Isso tudo ofende ao Senhor. Certos males causam tristeza, mas eles não têm poder de nos tornar infelizes. Quando nos tornamos infelizes é sinal de que nos afastamos de Deus.

A segunda causa é a vaidade, e não pensem que vaidade é o ato de se arrumar, de se vestir bem, de cuidar do seu corpo. Isso não é vaidade, é dever. Gostar de si é obrigação, devemos sempre cuidar do corpo que Deus nos deu. Vaidade é quando uma pessoa é incapaz de viver se algo acontecer com sua aparência, é o apego àquilo que é passageiro. Vaidade é se colocar acima de tudo, é cultivar tudo que é vazio e inútil. É um amor descontrolado por aquilo que passa. Isso não significa que não podemos amar as coisas passageiras. Que possamos encher nossos corações de amor, mas que esse amor não seja maior do que o amor que temos por Deus. O amor à vaidade traz infelicidade, o apego às coisas passageiras deixa o ser humano infeliz.

O terceiro ponto é a busca da mentira. A Palavra nos diz que não é só mentir para os outros ou viver nas mentiras dos outros, mas viver na ilusão. Um exemplo de ilusão que muitos procuram viver é dizer a si mesmos que nunca vão morrer. A pessoa não para a fim de refletir que, quando seu tempo aqui na Terra acabar, ela ficará diante do Senhor e responderá por tudo que fez. Nada nos torna tão sóbrios do que o fato de sabermos que nossos dias estão contados, tanto que, ao descobrir que tem pouco tempo vida, a pessoa muda, para melhor ou pior, mas muda. Algumas se desesperam, ficam piores, mas a grande maioria vive uma conversão e começa a conduzir a vida com verdade, com santidade.

E devido às muitas vezes que nós fizemos esse questionamento, a Palavra de Deus nos pergunta: “Quem nos fará provar o bem? O que nos trará felicidade?” Evitar o pecado e ficar em silêncio, essa é a resposta. O primeiro passo para a pessoa tomar um caminho de realização e evitar o pecado é ficar em silêncio. Precisamos aprender a pensar antes de falar, porque não pensar é perigoso. Quem decide sem pensar não pode ser forte. Fortaleza é sabedoria, e o sábio reflete antes de agir. Temos que aprender a pensar antes de emitir nossa opinião para não magoarmos quem está à nossa volta.

Por isso a Sagrada Escritura nos exorta: “Trema e não peques, reflita em silêncio”. Ofereça a Deus um sacrifício legítimo que seja agradável a Ele. E o que agrada a Deus? Que nós O amemos e confiemos n'Ele, e, por causa d'Ele, amemos o próximo. O Senhor pede que amemos as pessoas que nos incomodam e que são mais próximas de nós. Amar dá trabalho, requer uma decisão. Para amar sempre precisamos fazer sacrifícios que agradam a Deus. E o que agrada ao Senhor é o amor que somos capazes de oferecer ao próximo e confiar que Ele está conosco.

A vida pode e deve ser uma alegria sem limites, mas temos que aceitá-la como ela é. Viver a vida é deixar que o Senhor aja sobre nós, é ter prazer nas coisas pequenas, é ser feliz a qualquer custo. Ser alegre é encontrar alegria na felicidade do outro, é compartilhar tudo que é bom. Madre Teresa já dizia: “A todos os que sofrem e estão sós, dê sempre um sorriso de alegria, não lhes proporcione somente ajuda, mas dê também o seu coração.”

Que possamos oferecer nosso coração a quem está sofrendo hoje, como nos pede Deus Pai, Deus Filho e o Espírito Santo. Esse é o segredo. Peçamos que o Senhor que nos encha de amor.

Márcio Mendes
Missionário da Comunidade Canção Nova

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor respeite a proposta do blog, e não use expressões impróprias, mesmo quando críticas sejam feitas. Comentários que sejam postados fora desta exigência podem ser excluídos sem prévio aviso.